GUIA | Google em 2019: como gerenciar as avaliações, pesquisa de hotéis e o Google My Business. LEIA AGORA >>

Aprender com o SARS, um olhar sobre a recuperação de hotéis: um hotel em Pequim comparte a sua experiência

Para muitos hotéis na Ásia, o Coronavírus não é o primeiro vírus a proliferar e afetar o setor. Ao relembrar a crise do SARS em 2003, os hoteleiros terão algumas ideias para sobreviver ao período de recuperação hoteleira.

Convidamos General Manager do Legendale Hotel Beijing, Sr. Jinzhi Xu, para partilha a sua experiência de trabalho durante uma epidemia e quais os seus conselhos para gestionar hotéis.

Beijing Skyline

Como hoteleiro que trabalhou durante a SARS em 2003 e testemunhou a dor do setor hoteleiro, o que acha do impacto do coronavírus?

Após o ápice de infecção da epidemia, a indústria irá melhorar gradualmente. Neste momento, espero que os hoteleiros aproveitem todas as oportunidades para atrair clientes e permanecerem abertos, ao invés de fechar. À medida que o consumo aumenta, a ocupação também aumentará.

A primeira área de mercado a recuperar serão as viagens de business. Embora a ocupação não seja alta, será um bom começo e o início de uma tendência positiva. Então, com mais hóspedes no hotel, o público voltará a acreditar que você está seguindo as diretrizes corretas de operação do hotel após a epidemia.

Ao mesmo tempo, a demanda por parte do turismo doméstico também representará grande parte do mercado hoteleiro. No verão, as viagens em família proporcionarão um grande volume de hóspedes ao hotel. Zonas rurais serão os locais de eleição, devido à menor concentração de pessoas.

Como é que os hotéis devem promover as suas propriedades de modo a aproveitarem oportunidades durante o período de recuperação e olhar para o futuro?

O mercado não se recupera rapidamente e, para competir por reservas, alguns hotéis podem começar a travar uma guerra de preços. Pessoalmente, não defendo tais práticas, pois isso não apenas destrói o equilíbrio de todo o mercado, mas também afeta os clientes originais do hotel. Após uma redução de preço, os hotéis precisarão de mais tempo e exigirão ainda mais trabalho para voltarem ao preço original.

Acredito que, após a epidemia, todos os hoteleiros devam olhar para o mercado com mais racionalmente. Portanto, talvez os hotéis explorem grupos de clientes originais e se concentrem no desenvolvimento de negócios locais, já que este será o maior mercado após a crise.

Forbidden City

A epidemia mudou a estratégia financeira dos hotéis para 2020 e 2021 completamente. Como se poderão adaptar?

Se o fluxo de caixa não for suficiente para sustentar as atividades regulares do hotel, é necessário considerar a busca de ajuda do proprietário ou negociar o lançamento do plano correspondente com o banco, como uma linha de crédito.

Após conduzir seu fluxo de caixa com segurança, os hotéis devem pensar em ajustes no orçamento. Segundo um estudo realizado pela Câmara de Comércio Americana em Xangai, 24% dos entrevistados acreditam que o rendimento da empresa cairá 16% ou mais, então a previsão de queda do rendimento do setor hoteleiro será superior a 16%.

Portanto, os hotéis precisam minimizar a perda de orçamento ao máximo e fortalecer as colaborações econômicas em particular ou com o governo, para acelerar a recuperação do mercado.

Shiji data

Resumindo, as principais conclusões são:
• A primeira área de mercado a se recuperar serão as viagens de negócios;
• Locais cênicos ou rurais serão as prioridades dos viajantes;
• Alguns hotéis podem começar uma guerra de preços, mas isso não é aconselhável;
• As atividades locais serão o maior mercado após a crise;
• Após conduzir seu fluxo de caixa com segurança, os hotéis devem pensar em ajustes no orçamento

Gostaria de aprender a comunicar com hóspedes potenciais 24 horas por dia?